Zona Sul de Teresina é a mais infectada por Covid-19

0
Compartilhar

A zona Sul de Teresina concentra 31% das pessoas infectadas pelo novo coronavírus na cidade. É o que demonstra a Pesquisa de Investigação Sorológica feita pela Prefeitura em parceria com o Instituto Opinar, no período de 01 a 03 de maio. A região é a segunda em número de óbitos confirmados por Covid-19: seis das 19 vítimas fatais da doença moravam na região. Em primeiro lugar no número de óbitos, está a zona Leste, com oito óbitos causados por Covid-19, segundo dados da Fundação Municipal de Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgados ontem (07).

De acordo com a pesquisa, a maior parte dos registros de infectados está na zona Sul da cidade, com 31% dos casos. A zona Leste vem em seguida, com 27% dos casos positivados, a zona Sudeste com 23% e, por último, a zona Norte, com 19%.

Na terceira sondagem, que aconteceu entre os dias 01 e 03 de maio, o índice de pessoas com a doença foi de 1,44%, ou seja, a cidade tinha 12.492 infectados, quantidade 53 vezes maior que os 237 casos notificados no domingo anterior à pesquisa. Da primeira etapa da pesquisa para a segunda houve um crescimento de 59% no número de infectados. Já da segunda para terceira, o aumento foi de 62%.

“Os números mostram que a doença está crescendo rapidamente e são um alerta para que nós voltemos a respeitar os decretos de distanciamento social e as orientações da Organização Mundial de Saúde, do Ministério da Saúde e da Prefeitura de Teresina. O distanciamento social é a melhor maneira de prevenir a contaminação e evitar que o vírus faça mais vítimas. Todos temos que fazer a nossa parte”, avalia a enfermeira Francisca Rodrigues, coordenadora do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE Covid-19 Teresina) da Fundação Municipal de Saúde de Teresina

A pesquisa leva em consideração uma população estimada em 864.845 habitantes em Teresina. Os números da pesquisa são baseados nos índices positivos dos testes para Covid-19, e são levadas em consideração comorbidades ou doenças prévias, além do quadro atual de saúde do entrevistado. Também são apresentadas as características demográficas coletadas (sexo, idade, nível de instrução, renda e situação de trabalho).

De hoje (08) até domingo (10), acontece a quarta etapa da pesquisa de investigação sorológica para conhecer a situação da pandemia do novo coronavírus na capital. Teresina é a primeira cidade do Brasil a ter essa série de pesquisas em três etapas e já testou 2.700 pessoas.

TOTAL DE ÓBITOS POR REGIÃO
Leste – 8 óbitos

Sul – 6 óbitos

Norte – 3 óbitos

Sudeste – 2 óbitos

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *