Ucrânia pede admissão total de culpa do Irã e pagamento de indenizações

7
Compartilhar

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, emitiu neste sábado (11) um comunicado no qual disse esperar uma investigação completa, uma admissão total de culpa e compensação financeira do Irã após a queda de um avião ucraniano na madrugada da última quarta-feira.

O Irã admitiu nesta madrugada que abateu por engano o Boeing 737 da Ukrainian Airlines matando todas as 176 pessoas a bordo e expressou seu profundo pesar, depois de inicialmente negar que derrubou a aeronave após os tensos ataques de mísseis iranianos contra alvos dos EUA no Iraque.

“O Irã se declarou culpado de colidir com o avião ucraniano. Mas insistimos em admitir totalmente a culpa”, disse.

“Esperamos do Irã garantias de sua prontidão para uma investigação completa e aberta, levando os responsáveis à justiça, o retorno dos corpos dos mortos, o pagamento de indenizações, desculpas oficiais por canais diplomáticos. . Esperamos que a investigação continue sem atrasos e obstáculos”, acrescentou.

Canadá pede investigação completa
O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, também se manifestou sobre a admissão de culpa do Irã e pediu uma investigação completa. O país, que tinha 63 passageiros da nacionalidade, foi o primeiro a apontar que um míssil poderia ter abatido o avião.

“Nosso foco continua sendo o fechamento, a prestação de contas, a transparência e a justiça para as famílias e entes queridos das vítimas. É uma tragédia nacional e todos os canadenses estão de luto juntos. Continuaremos trabalhando com nossos parceiros em todo o mundo para garantir uma investigação completa, e o governo canadense espera total cooperação das autoridades iranianas”.

Fonte: Folhapress

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *