UBS de Parnaíba acumulam lixo hospitalar em local inadequado

0
Compartilhar

O Conselho Regional de Medicina do Piauí – CRM-PI – encontrou várias irregularidades em Unidades Básicas de Saúde – UBS – na cidade de Parnaíba. Três UBS localizadas na zona urbana do município foram notificadas e terão um prazo de 30 dias para tomarem as providências. A Secretaria Municipal de Saúde de Parnaíba também recebeu a notificação.

UBS Parnaíba
CRM-Pi visitou três Unidades Básicas de Saúde em Parnaíba

De acordo com o CRM-PI, o lixo hospitalar acumulado e a céu aberto, sem nenhuma estrutura de proteção e sem coleta seletiva há mais de 30 dias foram flagrados na UBS Alto Santa Maria e UBS Broderville. O CRM-PI alerta que lixo hospitalar nas dependências das unidades de saúde traz risco sanitário, risco de infecção de profissionais que trabalham nesses locais, bem como a população, uma vez que atraem insetos, como ratos e baratas.

Na UBS Alto Santa Maria, o lixo hospitalar estava sendo depositado na frente da unidade, onde circulam pessoas que chegam para os atendimentos.

Na UBS Broderville, o lixo está sendo empilhado em sacos de lixo comum nos fundos do prédio.
Além das duas UBS citadas, na UBS Pindorama também foi registrada insulina armazenada de forma inadequada, sendo encontradas em geladeiras dentro das cozinhas.

Conforme o CRM-PI, o local correto para armazenamento de medicamentos sensíveis à temperatura deve ser em geladeira exclusiva, evitando locais como as portas das geladeiras devido às grandes oscilações de temperatura e ficar longe do congelador, de forma que a temperatura fique entre 2 e 8 graus celsius, do contrário a medicação perde a eficácia.

UBS lixo Hospitalar
Lixo hospitalar armazenado de forma inadequada

“Outra irregularidade encontrada na UBS Pindorama é o péssimo estado dos aparelhos de ar condicionado, quase todos com problema. Na farmácia, o ar condicionado encontrava-se queimado e a sala de vacina não funciona por causa da falta de refrigeração, também com ar condicionado com defeito. Com isso, a vacinação acontece em ambientes improvisados, como consultório médico, o que não é permitido pelo manual SomaSUS”, afirma a nota do CRM-PI.

O CRM-PI também registrou ausência de cadastro das UBS junto ao CRM-PI, ausência de diretor técnico, falta de aparelhos para tratamento de urgências e falta de medicação de atenção básica, como metformina 850 mg e anlodipino 10 mg, assim como a vacina pentavalente.

Fonte: Ascom/CRM-PI

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *