Trump deve passar os próximos dias em hospital militar, diz Casa Branca

0
Compartilhar

A Casa Branca diz que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está bem, que ele não precisa receber oxigênio suplementar e que deve passar os próximos dias trabalhando em um hospital militar nos arredores de Washington. O presidente, que disputa a reeleição, contraiu a covid-19. Como terapia, ele tem sido tratado com o antiviral Remdesivir, segundo informações da Casa Branca.

“Tenho o prazer de informar esta noite que o presidente está muito bem. Ele não está precisando de oxigênio suplementar, mas, em consulta com especialistas, decidimos iniciar a terapia com Remdesivir. Ele completou sua primeira dose e está descansando confortavelmente”, diz comunicado do médico da Casa Branca, Sean Conley.

Já a a secretária de imprensa da presidência, Kayleigh McEnany, disse que, “por recomendação médica e de especialistas, o presidente trabalhará dos escritórios presidenciais [do hospital] Walter Reed pelos próximos dias”.

“Por muita cautela e por recomendação de seu médico e especialistas médicos, o presidente trabalhará nos escritórios presidenciais de Walter Reed pelos próximos dias”, disse McEnany. “O presidente Trump agradece a demonstração de apoio tanto a ele quanto à primeira-dama.”

A notícia abalou a corrida pela Casa Branca, a um mês das eleições presidenciais de 3 de novembro.

O candidato democrata à presidência, Joe Biden, que lidera as pesquisas de intenção de voto a nível nacional, testou negativo para coronavírus três dias depois do primeiro debate com Trump e pediu para que a população leve a sério a doença e “use máscara”.

Trump, de 74 anos, e Biden, de 77, são considerados do grupo de risco diante da covid-19, responsável por mais de 207.000 mortes e 7,2 milhões de contaminações nos Estados Unidos, país mais atingido do mundo pela pandemia.

A Casa Branca garantiu que o 45º presidente dos Estados Unidos segue exercendo o cargo, mas passará os próximos dias em um hospital militar, onde está desde ontem.

O médico da Casa Branca informou que Trump, que está “cansado” e de “bom humor”. Antes de embarcar em um helicóptero com destino ao hospital, Trump afirmou se sentir bem, em breve mensagem de vídeo publicado em sua conta no Twitter.

“Quero agradecer a todos pelo tremendo apoio”, disse Trump em seu primeiro comentário público desde que anunciou ter contraído a covid-19, na madrugada de quinta para sexta-feira.

“Vou ao hospital Walter Reed. Acho que estou muito bem. Mas vamos nos assegurar de que tudo correrá bem”, explicou, afirmando que a esposa Melania, também contaminada, está “muito bem”.

O chefe do gabinete de Trump, Mark Meadows, havia dito mais cedo que o presidente apresentava “sintomas leves”, mas tinha “muita energia”.

O vice-presidente Mike Pence, próximo no comando, testou negativo para a doença, assim como o chefe da diplomacia Mike Pompeo e o secretário do Tesouro Steven Mnuchin.

O diagnóstico de Trump, que foi testado após a assistente presidencial Hope Hicks ser contaminada, foi anunciado pelo próprio presidente via Twitter na madrugada de quinta para sexta-feira. No tuíte, no qual afirmou que iniciaria uma quarentena “imediatamente” ao lado da esposa Melania, rapidamente quebrou recordes de ‘likes’.

A contaminação de Trump gerou nervosismo entre os investidores dos mercados financeiros no mundo e Wall Street fechou em baixa.

Fonte: Folhapress
Foto: Brendan Smialowski/AFP

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *