Teresina registra mais de 270 casos de Covid-19 em 24 horas

4
Compartilhar

Teresina notificou ontem (11) um total de 276 novos casos de COVID-19. Os dados são do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que registrou também 11 novos óbitos nas últimas 24 horas. Agora, a capital tem 4049 casos da doença, com 173 mortes.

Um dos óbitos foi o de uma jovem mãe de 20 anos, que faleceu na quarta-feira (10), dias após o parto. Também foram registrados, neste mesmo dia, outros seis óbitos, além de uma morte de quinta-feira (11), uma de terça-feira (9), uma do dia 2 de junho e outra do dia 28 de maio. Quatro pacientes não apresentavam comorbidades, e os demais apresentavam problemas como hipertensão, diabetes, obesidade, doenças neurológicas e renais, além de um paciente que sofria de dependência química. Três deles residiam na zona Leste, quatro na zona Sudeste e quatro na zona Sul.

“Precisamos ter consciência que o isolamento social é uma das poucas armas que nós temos. Nós precisamos ficar o máximo possível em casa, saindo apenas quando for estritamente necessário, lavar muito bem as mãos com água e sabão e tomar todas as medidas de precaução”, orienta a enfermeira Wesllany Santana, do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE), da Fundação Municipal de Saúde de Teresina.

Os índices de isolamento social em Teresina continuam abaixo do mínimo recomendado pela Organizaçção Mundial de Saúde para diminuir a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%. Na última quarta-feira (10), a capital registrou percentuais de 42,6% e 52,10% nos índices aferidos pela Startup Inloco e as operadoras de telefonia celular, responsáveis por fazer esse monitoramento para a Prefeitura de Teresina.

Os dados mostram que a zona Sudeste lidera o ranking do menor isolamento na cidade, 40,91%. Em seguida, com 42,72%, aparece a zona Sul. O terceiro menor desempenho foi observado na zona Leste, onde o índice de isolamento social foi de 41,42%. Já a zona Norte figura com o maior percentual e 43,15% estão cumprindo com o isolamento e permaneceram nas suas residências.

Fonte: Ascom/PMT

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *