Tênis dos EUA destinará US$ 50 milhões para enfrentar coronavírus

0
Compartilhar

A Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA) anunciou nesta quinta (16) que vai assumir um compromisso de mais de 50 milhões de dólares em ajudas para o esporte enfrentar o impacto devastador da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Como parte do plano, o órgão que regula o tênis nos EUA afirmou que alcançará mais de 20 milhões de dólares em economia, reduzindo salários, eliminando programas de desenvolvimento e junto a jogadores.

A USTA, junto com seus parceiros, oferecerá pacotes de assistência econômica, maior suporte para a assistência do Governo e suporte por telefone para ajudar pessoas afetadas pelo covid-19.

A entidade, que administra US Open, diz que a extensão de seu suporte futuro será determinado pelo desempenho financeiro do Grand Slam, que está programado para acontecer entre 31 de agosto e 13 de setembro em Nova York.

A USTA também afirmou que ainda planeja realizar o US Open, que é a principal fonte de receita da organização, e que todas as decisões sobre o torneio serão determinadas por agências governamentais federais e locais.

Tanto a Associação de Tenistas Profissionais (ATP) quanto a Associação de Tênis Feminino (WTA) suspenderam todos os torneios até o dia 7 de junho, após diferentes países começarem a fechar suas fronteiras como forma de combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

 

 

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *