Professores invadem plenário da Câmara e agridem vereadores

2
Compartilhar

Professores da Rede Municipal de Teresina que estão em greve invadiram nesta quinta-feira (12) o plenário da Câmara para tentar impedir a votação do regime de urgência do projeto de lei que reajusta o salário dos docentes parcelado. Com a invasão, os vereadores Deolindo Moura (PT) e  Teresinha Medeiros (PSL) foram agredidos.

O vereador Deolindo Moura foi empurrado e a vereadora Teresinha Medeiros (PSL) foi agredida pelos manifestantes, sendo que aparlamentar foi à delegacia registrar um Boletim de Ocorrência.

O vereador Deolindo Moura nega que tenha aberto de forma proposital. Ele alega que estava saindo para uma entrevista quando abriu a porta. “Eu fui derrubado e pisoteado não faria isso de propósito, eu só abri a porta para conceder uma entrevista”, alegou.

O presidente da Câmara Jeová Alencar pediu reforço na segurança e se a polícia garantir a segurança dos vereadores, eles irão realizar a votação em um local secreto. De acordo com Jeová, o Regimento Interno da Câmara permite a realização da votação fora do plenário, em momentos de crise.

“Nós entendemos que é necessário maior diálogo com os professores, porém, estamos pedindo o reforço policial, para tentar a votação ainda hoje”, disse Jeová.

Da Redação
Foto: Roberta Aline/cidadeverde.com

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *