Prefeito afastado de Bertolínia terá que usar tornozeleira eletrônica

3
Compartilhar

O prefeito afastado de Bertolínia, Luciano Fonseca (PT), deve usar tornozeleira eletrônica. É o que decidiu o desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), Edvaldo Marques. 

O petista foi alvo de operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e foi solto na quarta-feira (15) pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Ao impor as medidas cautelares em substituição à prisão, o desembargador fixou ainda o recolhimento domiciliar no endereço indicado pelo paciente, “a saber, Rua General Lages, Condomínio Via Veneto, apartamento (número suprimido pela reportagem), Jóquei, Teresina/PI, pelo período noturno, das 22h às 6h”.

O prefeito afastado ainda está “proibido de ausentar-se da comarca sem prévia comunicação ao juízo ou de mudar o endereço domiciliar acima indicado sem prévia autorização a este juízo”. 

Da Redação

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *