Piauí terá maiores parques de energia eólica e solar da América do Sul

0
Compartilhar

Os maiores parques eólico e solar da América do Sul estão sendo construídos no Piauí– Lagoa dos Ventos e São Gonçalo, respectivamente. Os empreendimentos estão sendo construídos pela Enel Green Power Brasil (EGP), nos municípios de Lagoa do Barro e São Gonçalo do Gurguéia.

O investimento total nos dois complexos é de R$ 4,8 bilhões, com 4.200 empregos diretos gerados no pico das obras, que agora estão em fase final. Lagoa dos Ventos é, atualmente, o maior projeto eólico da EGP no mundo e deve entrar em operação em 2021. O Parque Solar São Gonçalo iniciou este ano a operação da primeira etapa do projeto, de 475 MW, e a empresa está finalizando a construção da primeira expansão de 133 MW do parque.

“O Piauí, hoje, é um dos estados que está na vanguarda da geração de energias renováveis, especialmente energia solar e energia eólica. Podemos dizer que, no ranking da eólica, o Piauí ocupa o quinto lugar entre os maiores produtores desse tipo de energia no Brasil, ficando atrás apenas da Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Rio Grande do Sul; quanto à energia solar, somos o terceiro, mas somos o estado que mais constrói e que tem o futuro mais promissor na potencialidade para geração dessa energia”, ressaltou Wilson Brandão, secretário de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis (Seminper).

Atualmente, considerando a capacidade instalada de todos os projetos solares da Enel no Brasil (em construção e operação), cerca de 70% fica no Piauí. Para a fonte eólica, são 44%. Isso significa que o estado apresenta grande potencial de geração de energias renováveis solar e eólica e já possui em sua matriz energética grandes empreendimentos de geração centralizada em operação, o que gera cada vez mais desenvolvimento social, com oportunidades de trabalho para a população.

Brandão destacou esse importante momento que o Piauí vivencia na geração de emprego, tanto na área de energias renováveis como nas linhas de transmissão de energia que estão sendo construídas no estado.

“Nosso estado está vivenciando um momento importantíssimo nessa parte de construção de novas obras, de novos leilões, que irão ocorrer em 2021 e o Piauí está inserido neles, e, principalmente emprego e renda, pois temos milhares de trabalhadores, de famílias piauienses que estão tendo oportunidades de emprego nessas obras de construção de parques de energia solar e energia eólica, como também na área de linhas de transmissão e subestação”, disse o secretário.

Alta tecnologia
O Parque Solar São Gonçalo, localizado em São Gonçalo do Gurguéia, é o primeiro projeto da Enel Green Power a usar módulos solares bifaciais, que capturam energia solar de ambos os lados do painel. Os módulos inovadores devem aumentar a geração de energia em até 18% e reduzir em 11% a área ocupada pelos painéis. Toda a usina, de 608 MW, terá capacidade para gerar mais de 1.500 GWh por ano, evitando a emissão de mais de 860.000 toneladas de CO2 na atmosfera anualmente.

“A previsão para o Parque de São Gonçalo do Gurguéia iniciar o funcionamento é 2021. Isso nos alegra muito, pois chegamos em regiões de difícil acesso, que não tínhamos quase nenhuma possibilidade de novos empregos. Temos hoje milhares de piauienses trabalhando e a construção de novos empreendimentos”, comentou Wilson Brandão.

Já o Parque Eólico Lagoa dos Ventos está localizado nos municípios de Lagoa do Barro do Piauí, Queimada Nova e Dom Inocêncio e conta com elementos inovadores na construção, como sensores de proximidade de máquinas para aumentar a segurança nos canteiros de obras, drones para realizar análises topográficas, rastreadores inteligentes de componentes de turbinas, bem como plataformas digitais e soluções de software para monitorar e apoiar remotamente as atividades de campo.

Fonte: CCOM

Postagens Relacionadas