Piauí registra mais de 4 mil casos de Covid-19 em apenas uma semana

0
Compartilhar

Após pouco mais de três meses desde o início da pandemia do novo coronavírus no Piauí, o número de óbitos e infectados em decorrência da Covid-19 cresce e preocupa as autoridades da saúde no Estado. Até o dia 22 de junho, o Piauí registrou 15.269 casos confirmados e 517 óbitos pela Covid-19.

Em apenas uma semana, de 15 a 22 de junho, foram confirmados 4.388 novos casos e 124 mortes.

Os primeiros três casos no estado foram confirmados no dia 19 de março e foram necessários 74 dias, pouco mais de dois meses, para atingir 5.119 piauienses, no dia 31 de maio. A partir daí, até o dia 22 de junho, foram registrados mais 10.150 novos casos, ou seja, praticamente o dobro, em apenas 22 dias.

Os óbitos também estão crescentes. O primeiro foi registrado dia 28 de março e dois meses depois, dia 28 de maio, já tínhamos 146 vítimas da Covid-19. De lá até o dia 22 de junho, apenas num intervalo de 25 dias, mais 371 pessoas morreram por conta do novo coronavírus, totalizando 517 óbitos.

No entanto, à medida que os números crescem, o isolamento social tem caído bastante. Nas duas últimas semanas de março, o isolamento chegou perto de 60%, mas nos últimos dias tem ficado abaixo de 50%. Nessa segunda-feira, ficou em apenas 39,7%. Para o fortalecimento de medidas de combate do novo coronavírus, o governador Wellington Dias decidiu pela prorrogação dos decretos de isolamento social até o dia 6 de julho e prosseguimento dos protocolos de flexibilização das atividades econômicas.

“O Estado está fazendo a parte dele fortalecendo a rede de saúde com mais leitos de UTI, construção de hospital de campanha, mais testes e os decreto de isolamento social. Porém, a população precisa ajudar cumprindo as recomendações sanitárias que seguem sempre o rigor científico e as recomendações da Organização Mundial de Saúde. Peço para que todos tenham consciência e cumpram as medidas de distanciamento social, uso de máscara e higiene das mãos. Essa é uma doença muito séria e imprevisível. A melhor saída ainda é a prevenção”, explicou Wellington Dias.

Transmissão
Um levantamento do Instituto Amostragem, divulgado na segunda-feira (22), apontou que a taxa de transmissibilidade continua subindo: passou de 1.3 para 1.5. Ou seja, 10 pessoas antes contaminavam outras 13, agora contaminam 15. No antepenúltimo levantamento, o índice era 0.9, ou seja, 10 pessoas transmitiam para outros 9.

A pesquisa foi realizada entre os dias 17 e 20 de junho, com 4.009 pessoas de 11 municípios no Piauí, e 412 testaram positivo para a doença. A estimativa de pessoas infectadas para o Piauí é de 336.386, dessas, cerca de 111 mil ainda estão transmitindo o vírus. A pesquisa estima ainda que a população piauiense que já entrou em contato com vírus passou de 4% para 10%, isso acarretou um crescimento de 2,5 vezes em apenas uma semana.

Fonte: CCOM
Foto: Agência Brasil

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *