PGR denuncia senador Ciro Nogueira ao STF

0
Compartilhar

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, ao Supremo Tribunal Federal (STF), por corrupção passiva e lavagem de dinheiro com base na delação de executivos da Odebrecht.

Ciro é acusado pelos colaboradores de ter pedido repasses que somaram R$ 1,6 milhão – sendo R$ 300 mil em 2010 e R$ 1,3 milhão em 2014 – para sua campanha eleitoral e também do Progressistas entre os anos de 2010 e 2014.

O senador ainda é acusado de ter recebido R$ 6 milhões, inicialmente ocultados na delação do executivo Cláudio Melo Filho. O caso será analisado pelo ministro Edson Fachin, que poderá tornar o senador réu no STF.

Fachin deverá pedir a manifestação da defesa de Ciro. O senador tem negado as acusações desde 2017. A denúncia será analisada pela Segunda Turma do STF. Se a denúncia for aceita, Ciro se tornará réu e responderá a ação penal podendo ser absolvido ou condenado pelos ministros da Corte.

Com informações o antagonista

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *