Motoristas e cobradores de ônibus paralisam as atividades em Teresina

1
Compartilhar

Os motoristas e cobradores de ônibus de Teresina resolveram cruzar os braços nesta segunda-feira (27) reivindicando o pagamento de salários, ticket-alimentação e outras demandas que não estão sendo atendidas durante a pandemia do novo coronavírus.

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários (Sintetro), Fernando Feijão, afirmou que nenhum ônibus saiu da garagem nesta segunda-feira por conta das demandas dos trabalhadores não serem atendidas.

“A paralisação começou por volta de 5h da manhã e a gente não tem prazo para terminar. Nós tínhamos 30% da frota rodando e agora não tem mais nada. A gente está próximo de fechar o mês de abril e até agora as empresas de transporte urbano de Teresina ainda não fizeram nenhum acordo sobre a MP 936.

Segundo Fernando Feijó, os empresário do setor de transporte público coletivo estão ameaçando os trabalhadores com demissão.

“Os empresários só falam em demissão e a gente não está aceitando mais essa situação. Tivemos uma rodada intensa de negociações na semana passada, mas não se chegou a um acordo e agora somos forçados a tomar essa medida para ver se as empresas acordam, para garantir o sustento das famílias dos trabalhadores por mais um mês”

Por conta da paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus de Teresina, vários teresinenses se aglomeram em paradas aguardando os ônibus.

Da Redação

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *