Morre no HUT o quarto detento da Cadeia Pública de Altos

6
Compartilhar

O detento da Cadeia Pública de Altos, identificado como Robert Ozeas da Silva Pereira, que estava internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), morreu neste domingo (24) com o agravamento de um quadro infeccioso. A assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) confirmou a morte do presidiário.

O detento é um dos internos da unidade prisional que passaram a apresentar sintomas de infecção desde o dia 7 de maio de 2020. Ele estava internado no hospital desde o dia 18 e é o quarto preso da Cadeia de Altos que morre em menos de 20 dias.

No dia 14 de maio, um preso de iniciais F. W. M. S morreu por conta de um quadro agudo de insuficiência renal, associado a septicemia e pneumonia. Cinco dias depois, no dia 19 de maio, um detento identificado como Martoniel Costa Oliveira, também morreu no HUT.

A morte mais recente é do preso identificado como Jeferson Linhares Silva, que faleceu na última sexta-feira (22) no Hospital de Urgência de Teresina. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.

Mais de 20 presos internados
A Cadeia Pública de Altos já tem 24 detentos internados em várias unidades de saúde da cidade de Teresina, apresentando vários sintomas de infecção, sendo que alguns deram entrada em hospitais com mordidas de ratos nos pés. Em oito dias, três detentos morreram.

O número de detentos da Cadeia Pública de Altos que estão sendo internados com sintomas de infecção tem aumentado nos últimos dias.

Com informações do GP1
Foto: Alef Leão/GP1

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *