Luciano Nunes afirma que salvar vidas não é prioridade de Wellington Dias

5
Compartilhar

O ex-deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) divulgou vídeo nas redes sociais nesta segunda-feira (25) para denunciar o “caos” na administração do Governo do Estado durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Entre as acusações de Luciano está o fato de que as medidas de isolamento social, decretadas pelo Governo do Estado ainda em março, tinham como finalidade dar tempo à administração estadual para fortalecer a rede hospitalar. Passados mais de dois meses, o governo ainda não entregou nada do que foi prometido.

“Uma das razões pelas quais foi decretado isolamento social era dar tempo ao governo para fortalecer a nossa rede de saúde e evitar sua sobrecarga a fim de garantir o atendimento a todos os piauienses. Já se passaram 70 dias e o governo não entregou as UTI’s prometidas nos hospitais estaduais, não concluiu o hospital de campanha do Verdão, que não terá uma só UTI e não adquiriu nenhum respirador”, criticou Luciano.

Um outro fato citado pelo ex-deputado no vídeo são os indícios de contratos suspeitos firmados pelo governo com as empresas prestadoras de serviços contratadas para a montagem da estrutura. “P’ra completar esse quadro de caos sobre a construção do hospital do Verdão, recaem a suspeita de contratação dirigida, superfaturamento e precariedade nas suas instalações”, denunciou o ex-deputado tucano.

Luciano argumenta também que apesar dos bons índices de isolamento social alcançados pela população, diminuindo assim a propagação do vírus em todo o estado, a incompetência do governo tem prejudicado o combate à pandemia.

“Enquanto a população faz a sua parte, ficando em casa, e as empresas quebram, no Governo do Estado impera a incompetência, o descaso e a gastança em proveito de uns poucos. Salvar vidas parece não ser a prioridade de Wellington Dias”, dispara Luciano.

Fonte: Redes sociais

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *