Lockdown em Fortaleza tem engarrafamentos e aglomeração em terminais de ônibus

1
Compartilhar

No primeiro dia de lockdown, Fortaleza registrou aglomerações em terminais de ônibus e engarrafamento em pontos de bloqueio realizados em algumas das principais avenidas da cidade. Apesar disso, locais públicos, como o calçadão da Avenida Beira-Mar, não teve movimento de pessoas no início da manhã.

Esta é a terceira capital do país a adotar a medida, depois de Belém (PA) e São Luís (MA). Ao todo, são 15 cidades do Pará, do Maranhão e, agora, do Ceará (veja mapa abaixo). A estratégia impede a circulação de pessoas em espaços públicos, com exceção para os serviços essenciais

O lockdown (termo em inglês para bloqueio total) tem sido sugerido por especialistas e analisado pelo poder público em outras cidades do país, como Rio de Janeiro, onde o sistema público de saúde está perto do colapso. Na próxima semana, começa a valer também para Niterói (RJ).

A medida mais restritiva de circulação de pessoas foi decretada pelo Governo do Ceará e pela Prefeitura de Fortaleza na última terça-feira (5) , com o objetivo de restringir a circulação de pessoas e evitar a disseminação do novo coronavírus. Um decreto municipal estabeleceu as medidas mais restritivas na capital, que concentra a grande maioria dos casos no estado, com mais de 9 mil casos e quase 700 mortes registradas na quinta-feira.

Órgãos de segurança, como a Polícia Rodoviária Estadual do Ceará (PRE-CE), realizaram bloqueios em diferentes pontos da capital durante a manhã. Por volta das 8 horas, já era possível observar um intenso congestionamento na Avenida Mister Hull, onde os agentes bloquearam faixa principal da via.

Fonte: Globo.com

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *