Jeová Alencar diz que vem sofrendo perseguição política

0
Compartilhar

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar (MDB), que foi alvo de investigação da Operação Olaria, da Polícia Federal, por suposta corrupção eleitoral, afirmou nesta sexta-feira (27) que a compra de votos e a prisão de uma liderança ligada a ele é perseguição política. O vereador disse que ficou surpreso com a ação da PF.

O vereador de Teresina, que foi o mais votado nas eleições 2020, disse ainda que a Polícia Federal está fazendo o papel dela, que é investigar uma denúncia, mas que está tranquilo porque fez uma campanha ficha limpa.

“Ficou claro que é perseguição do lado de lá. Não faz nenhum sentido, envolveram uma liderança que é uma pessoa humilde. Eles não aceitam nossa vitória e nem a do Dr. Pessoa. Desde o começo da campanha, fui alertado para reforçar minha segurança, agora vejo que é necessário. Desde o resultado comecei a receber ligações estranhas. A pessoa diz que não adianta comemorar a vitória porque não vou sair vencedor”, revelou Jeová Alencar.

Operação Olaria
O presidente da Câmara de Teresina, Jeová Alencar (MDB), está sendo alvo da Operação Olaria, deflagrada pela Polícia Federal no início da manhã desta sexta-feira (27) em Teresina. Ele é suspeito de corrupção eleitoral (compra de votos) nas eleições 2020 em Teresina.

A ação é ocorreu após a prisão em flagrante de Fernando Café, importante liderança no bairro Cerâmica Cil, na zona Sul de Teresina. Ele foi preso no dia 15 de novembro por suspeita de compra de votos, dentre outros crimes.

Da Redação
Foto: Roberta Aline

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *