Itamaraty pede extradição de suspeito de atacar Porta dos Fundos

0
Compartilhar

O Itamaraty está em contato com autoridades da Rússia para dar início aos trâmites do pedido de extradição do empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise, 41, suspeito de participar do ataque com coquetéis molotov à sede da produtora do Porta dos Fundos, na véspera do Natal.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, fontes do Itamaraty disseram que emissários brasileiros tiveram um encontro com diplomatas russos ontem e a extradição deverá ocorrer nos próximos dias.

Segundo o jornal, após receber a solicitação do juiz responsável pelo caso, o DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), do Ministério da Justiça, analisou o pedido da documentação de extradição.

Segundo fontes afirmaram à reportagem, o pedido estava compatível com a lei de extradição, e o Ministério da Justiça encaminhou o pedido ao Itamaraty, responsável por formalizar o pedido às autoridades da Rússia.

Ontem, em entrevista à rádio BandNews FM, Fauzi diz que pretende se apresentar às autoridades brasileiras até o dia 30 de janeiro e garantiu que está “pronto para abraçar as consequências”.

Ele embarcou em um voo do Rio com destino a Paris para chegar a Moscou. O embarque aconteceu cinco dias após o atentado, um dia antes de ter sido decretada a prisão temporária por tentativa de homicídio por explosão.

Questionado pela reportagem sobre sua participação direta no ataque e na compra dos materiais, ele não quis responder alegando se tratar de uma estratégia de defesa.

Foragido, Fauzi postou no dia 1º um vídeo na internet com críticas aos humoristas do Porta dos Fundos pelo filme que retrata Jesus Cristo como um homem gay.

Fonte: Folhapress

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *