Luzilândia: homem morre após furar barreira da Polícia Militar

0
Compartilhar
Há suspeita de tortura e Comando da PM determinou abertura de inquérito na Corregeria

Um homem de 43 anos, identificado como Raimundo Nonato Lima da Costa, morreu nesta sexta-feira (8) no município de Luzilândia, distante 250 km de Teresina. Ele foi detido pela Polícia Militar do Piauí após furar barreira sanitária e fugir. Há suspeita de que ele tenha sido torturado.

A PM informou em nota digulda ontem (8) que o homem não obedeceu a ordem de parada na barreira sanitária na tarde da última quinta-feira (7) e teria ameaçado um policial, fazendo menção de possuir uma arma branca. Segundo a Polícia Militar, ele teria fugido e os policiais que faziam a barreira solicitaram reforço para a persegeuição, conseguindo encontrá-lo em seguida.

Luzilândia. Homem fura a barreira da Polícia Militar, foge, é preso, passa mal e morre em hospital. Comando da PM instarou inquérito e afastou policiais,
Raimundo Nonato faleceu após ser preso pela PM ao furar barreira na cidae de Luzilândia | Foto Clica Luzilândia

De acordo com a nota da PM, o homem reagiu ao receber voz de prisão, mas foi contido e levado à delegacia do município de Luzilândia. No fim da tarde do dia 7 o homem passou mal e foi encaminhado para o hospital, mas faleceu na manhã de sexta-feira (8).

Polícia Militar abre inquérito para apurar morte

O Comando Geral da Polícia Militar determinou a abertura de um inquérito policial militar através da Corregedoria da PMT. Foi determinando ainda que os policiais envolvidos na operação fossem afastados. Os agentes da PM já foram apresentados no Batalhão do município de Piripiri.

Laudos realizados no Instituto Médico Legal de Parnaíba e a perícia foram solicitados pela Corregedoria.


Screenshot 2020 05 09 Homem morre com suspeita de tortura após furar barreira em Luzilândia1


Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *