Governador participa de solenidades pelo pelo Dia do Piauí

0
Compartilhar

As comemorações alusivas aos 198 anos de adesão do Piauí à Independência do Brasil, o Dia do Piauí, continuaram nesta segunda-feira (19), com a solenidade cívico-militar em homenagem aos heróis do 19 de outubro de 1822, na Praça da Graça, no Centro de Parnaíba, seguida de missa de ação de graças na Igreja Matriz e com a inauguração de obras. Todos os eventos foram realizados com os cuidados sanitários para evitar a proliferação do novo coronavírus. Esse ano não houve o desfile cívico-militar.

De acordo com o deputado federal Merlong Solano, já é uma tradição o Governo do Estado do Piauí realizar esses atos por ocasião da data que contou com a participação significativa dos piauienses nos movimentos pela Independência do Brasil. O parlamentar também destacou a inauguração de obras como alargamentos da estrada de acesso ao município de Ilha Grande, obras de asfaltamento e mobilidade urbana no município de Parnaíba e a inauguração do Centro Especializado de Reabilitação (CER IV) de Parnaíba.

“É um governo que dá exemplo na prática. As crises têm que ser enfrentadas trabalhando e é justamente nas graves crises sociais e econômicas que o governo tem que tomar a dianteira, para incentivar a iniciativa privada a fazer a mesma coisa. E, assim, reduzir o tempo da crise, tirando o estado e o país da situação”, disse Merlong enaltecendo as ações do Governo do Piauí.

O governador Wellington Dias explicou que neste ano foi antecipado o feriado do Dia do Piauí em razão da pandemia da Covid-19, de forma a reforçar o isolamento social e contribuir com a contenção da transmissibilidade elevada, na época. “Deu certo! Na época, cada pessoa transmitia para outras três, e isso caiu para 0,46. É tanto que agora estamos adotando medidas para voltar à normalidade”, comentou o gestor.

O chefe do Executivo piauiense ressaltou que, em Parnaíba, em 19 de outubro de 1822, houve a leitura de um manifesto de adesão do Piaui à Independência do Brasil. “Por isso fazemos aqui um gesto simbólico do hasteamento da bandeira, a aposição de flores no monumento em memória dos heróis da Independência e fazemos aqui uma celebração onde pedimos a Deus em memórias dos heróis do passado e do presente”, comentou Wellington.

O governador lembrou que, na noite desse domingo (18), em Parnaíba, foi realizada a entrega de medalhas para homenagem às pessoas e instituições que contribuem com o Piauí. Dias também falou das inaugurações, das quais ele destaca o Centro Integrado de Reabilitação.

“O Ceir é essencial à saúde. Um complexo que vai cuidar, de forma gratuita, de pessoas com problemas auditivo, visual, mental e motor, com os quatros níveis de acordo com o Ministério da Saúde. Contamos com a parceira de uma organização social. Vamos contar também com todo o tratamento para a recuperação de pessoas pós-Covid-19. Essa doença traz sequelas como a trombose, o AVC e, com equipamentos e especialistas, vamos poder fazer esse tratamento descentralizado, como já ocorre em Teresina. No Dia do Piauí, temos a comemoração desses feitos, por isso também agradecemos a Deus”, destacou Wellington.

O capitão dos Portos da Marinha do Brasil, Mawxell Denigres, enfatizou que esse evento enaltece os heróis do passado. “Teve um movimento de antecipação da Independência e não ocorreu apenas no 7 de setembro, tivemos alguns estados como o Piauí que conseguiram expulsar as tropas portuguesas e por isso o nosso respeito a todos os guerreiros do passado que fizeram com que o Piauí continuasse unido ao Brasil”, disse o militar.

Fonte: CCOM

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *