Empresários vão fazer buzinaço em frente à Câmara Municipal

4
Compartilhar

O movimento de empresários, profissionais liberais, pequenos comerciantes e trabalhadores autônomos vai realizar mais um buzinaço orquestrado em frente à Câmara Municipal de Teresina, nesta quarta-feira (17), às 8h. Pelo menos 100 integrantes do movimentos já confirmaram presença na Avenida Marechal Castelo Branco.

O objetivo é chamar a atenção dos vereadores de Teresina para  o grave colapso econômico que se instala na capital com o fechamento do comércio, por conta dos decretos da Prefeitura de Teresina e do Governo do Estado.

“Nós empresários estão há 90 dias com nossos estabelecimentos fechados. O desemprego crescendo assustadoramente: todo dia pelo menos mil trabalhadores perdendo seus empregos no Piauí.  A situação está muito difícil para o empresário que se encontra impedido de manter suas atividades comerciais”, destaca o empresário André Baía.

Ele alerta para o risco de um colapso na Economia do Piauí: “nós entendemos as dificuldades advindas com a pandemia do Covid-19, mas precisamos trabalhar para manter nossa saúde física e econômica”.

Na semana passada, Baía prestou depoimento no 12º Distrito Policial onde apresentou esclarecimentos sobre as manifestações que os empresários realizam em Teresina visando a reabertura do comércio.

“A situação está insuportável e precisamos adotar medidas urgentes  para salvar vidas. Isso é muito importante e necessário, mas  também precisamos dar atenção à nossa economia que está na UTI sem respirador”, reforça a empresária Maria do Socorro Mendes, uma das organizadoras do movimento.

Sobre o movimento
Os empresários e trabalhadores autônomos vão se concentrar em frente à Câmara Municipal de Teresina onde farão um buzinaço orquestrado. Eles irão  enviar mensagens aos vereadores e tentar uma audiência com o presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar (MDB).

“Nosso  clamor será a volta responsável ao trabalho, tendo em vista que cientificamente defendemos tratamento precoce com afastamento social”,  enfatiza André Baía. 

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *