Eduardo Bolsonaro reúne maioria de assinaturas para liderar PSL na Câmara

A ala de deputados capitaneada por Jair Bolsonaro (PSL) se mobilizou hoje para trocar o líder do partido na Câmara e teve êxito. Em meio às tensões na bancada, 27 dos 53 parlamentares protocolaram um pedido para destituir o atual líder, Delegado Waldir (PSL-GO), e substituí-lo por Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

A movimentação teve interferência direta do presidente da República, segundo revelou a colunista da Folha, Mônica Bergamo. O presidente Bolsonaro se reuniu com deputados ao longo do últimos dias para discutir alterações no comando da sigla e propor o filho num mandato tampão até dezembro. A documentação foi entregue pelo líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO). Ao longo do dia, pelos corredores da Câmara, os dois grupos faziam reuniões constantes para definir estratégias internas e ampliar os aliados de cada lado. “Vai haver uma checagem da assinaturas [pela Câmara], na sequência passa-se à chancela do presidente da Câmara e o secretário da Mesa [Diretora] dá ciência para todo mundo”, disse Vitor Hugo. O deputado Eduardo Bolsonaro, que recentemente assumiu o diretório de São Paulo, disse que inicialmente não queria ser líder. “[Sou] o nome que tem a maior convergência entre os deputados. A minha intenção é apenas manter o status quo. Muitos deputados foram retirados de comissões e estava parecendo que estavam fazendo política com o fígado”, disse Eduardo.


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *