Doria diz que clubes de SP não podem começar Brasileirão antes do fim do Paulista

0
Compartilhar

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, que os clubes do Estado não podem começar a disputa do Campeonato Brasileiro antes do término do Paulistão.

Não há data definida para a volta da disputa estadual. Ela foi paralisada quando faltavam duas rodadas para o término da primeira fase. Para chegar ao fim, são necessárias seis datas: as duas da primeira fase, uma para as quartas de final, uma para as semifinais e duas para as finais.

Já o Campeonato Brasileiro está previsto para ser retomado no fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto.

– Se não me engano, faltam três rodadas (na verdade, são duas mais o mata-mata) para concluir o campeonato (estadual). Sem concluir, os times de São Paulo não podem participar do Campeonato Brasileiro. Estamos levando em conta também isso, os aspectos de saúde e o protocolo que assinamos com a Federação Paulista de Futebol, e esta, por sua vez, com todas as equipes da primeira divisão – disse o governador.

Doria também afirmou que pretende anunciar com a Federação Paulista de Futebol, na semana que vem, a data para o retorno dos jogos no Estadual.

– Até o final da semana que vem, no mais tardar, teremos uma posição relativamente à conclusão do Campeonato Paulista de Futebol – afirmou.

Segundo Doria, a CBF não consultou o governo paulista sobre a volta do Brasileirão. O Estado tem cinco representantes na competição nacional: Bragantino, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo.

– Não houve consulta prévia ao Estado de São Paulo, mas aqui temos um bom entendimento com a Federação Paulista de Futebol, entendimento esse que prossegue – disse o governador.

Desde o dia 1º de julho, os clubes estão liberados para treinar com bola no Estado de São Paulo. Na semana anterior, eles haviam sido autorizados a realizar avaliações físicas nos jogadores.

Fonte: globo.com
Foto: Carlos Santos

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *