Depois de polêmica, suplentes retornam para Alepi até o final de outubro

Depois da polêmica que foi o retorno dos sete deputados que reassumiram seus mandatos na Assembleia Legislativa para votar suas emendas individuais, surge um acordo para que os suplentes voltem para Assembleia Legislativa. Pelos menos é o que está sendo disto nos bastidores do Poder Legislativo para encerrar a questão.

Pelo menos sete suplentes vão assumir mandato até o final de outubro. São eles: Belê Medeiros (PP), Bessah Filho (PP), Cícero Magalhães (PT), Elisângela Moura (PCdoB), Warton Lacerda (PT), Ziza Carvalho (PT) e João de Deus, este último não estava no mandato quando houve o entrevero entre suplentes e titulares.

Fábio Novo (PT), que volta para a Secretaria de Estado da Cultura, e Zé Santana (MDB), que reassume a Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania, serão os primeiros a deixar o plenário.

Da Redação


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *