Covid-19: hospital universitário capacita força nacional de saúde

3
Compartilhar

O Hospital Universitário de Brasília (HUB), vinculado à universidade federal da capital, iniciou hoje (15) uma capacitação com profissionais da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre métodos e estratégias de tratamento e combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Ao todo, 19 profissionais passam pela formação, sendo 14 enfermeiros e cinco médicos. Eles serão deslocados para auxiliar no atendimento na capital do Amazonas, Manaus. A região tem uma das maiores incidências do novo coronavírus no país, e o governo local solicitou ajuda diante da sobrecarga do sistema de saúde e da ausência de trabalhadores para dar conta da demanda.

O minicurso terá duração de seis horas. O HUB possui uma área própria, denominada Serviço de Simulação Realística. Ela é composta por estações de trabalho, onde as pessoas em formação vivenciam cenários de atendimento. Em cada estação eles vão trabalhar com temas específicos, como ventilação e ressuscitação.

Os participantes terão noções de manejo dos equipamentos de proteção individual (EPIs) para evitar o contágio, o que envolve instrumentos como máscaras, aventais e toucas. Os EPIs são fundamentais para prevenir que o profissional de se contamine e contamine outros pacientes em tratamento.

Eles também receberão orientações sobre como lidar com os pacientes em procedimentos diversos, como entubação. Serão apresentados protocolos e informações sobre como atuar em caso de complicação do quadro dos pacientes, como em paradas cardiorrespiratórias.

“Nosso foco será na segurança dos profissionais, para que eles possam agir em apoio às equipes de saúde da Região Norte, porém com segurança para quando eles retornarem, retomarem sua atuação”, explicou a pneumologista do HUB e professora da Universidade de Brasília (UnB) Verônica Amado.

Segundo a gerente de Ensino e Pesquisa do HUB, Dayde Lane Mendonça, o treinamento será replicado para mais de 500 profissionais, em atividades ministradas não somente pelo hospital universitário como por outros centros de ensino em saúde.

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *