Com Neymar no banco, seleção vai mal com testes de Tite e perde para o Peru

A passagem da seleção brasileira pelos Estados Unidos terminou de forma melancólica. Depois de empatar com a Colômbia na última sexta-feira, a equipe comandada por Tite foi derrotado pelo Peru por 1 a 0 na madrugada de hoje, em Los Angeles. O jogo marcou a estreia de Vinícius Júnior pelo time canarinho, fato que acabou escondido pelo revés com atuação fraca no Memorial Coliseum. Foi a primeira derrota desde a Copa do Mundo, quando o time saiu derrotado para a Bélgica.

O estádio recebeu maioria peruana entre os torcedores, que só aumentou o volume aos 39 minutos do segundo tempo de um jogo marcado pelo marasmo. Em falta pelo lado esquerdo da defesa brasileira, Yotún cruzou fechado e o zagueiro Abram desviou, sem dar chances ao goleiro Ederson.

Os próximos compromissos da seleção brasileira estão programados para outubro, entre os dias 7 e 15, em mais uma data Fifa. O local desses amistosos ainda não foi divulgado pela entidade. Depois, a temporada de seleções termina com uma nova rodada de amistosos entre os dias 11 e 19 de novembro.

Neymar é atração até mesmo no banco de reservas
Por mais que tenha começado o amistoso no banco, Neymar não deixou de ser o centro das atenções. O batalhão de fotógrafos que normalmente registra a formação titular em campo ficou minguada com as lentes que se viraram para o banco para flagrar o astro da seleção brasileira. A transmissão oficial do jogo fez o mesmo diversas vezes e os torcedores, inclusive peruanos, faziam questão de gritar para Neymar. Algumas esparsas vaias, também de peruanos, foram ouvidas, mas rapidamente abafadas. Em campo, o craque fez função diferente, como um “falso 9”. Isso confundiu os defensores do Peru e deixou o Brasil um pouco mais leve em campo — mas não o suficiente para ameaçar a meta adversária.


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *