Com golaço de Nenê, Fluminense bate Flamengo e mantém 100% no Carioca

1
Compartilhar

Com um gol daqueles que os presentes ao Maracanã vão lembrar por algum tempo, o Fluminense venceu o Flamengo, pela quarta rodada da Taça Guanabara, e manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca. Nenê foi quem garantiu os três pontos ao time de Odair Hellmann, em lance que mostrou oportunismo e classe. Após cruzamento, ele finalizou de calcanhar e balançou a rede.

Com o resultado, o Tricolor chega a 12 pontos e ocupa a liderança do Grupo B, enquanto o Rubro-Negro, que estava invicto no Estadual e tem sete pontos, está na segunda colocação do Grupo A. Na próxima rodada, o Flamengo encara o Resende, na segunda-feira, no Maracanã. Já o Fluminense vai a campo no sábado, contra o Boavista, também no Maraca.

Quem foi bem – Bill e Nenê
Apesar de ter sido o primeiro a ser substituído no Fla, o ponta Bill foi o melhor da equipe rubro-negra no Fla-Flu. Insinuante e veloz, o jovem fez um salseiro pela ponta direita e deu muito trabalho para Egídio e Digão, que precisaram da cobertura de Henrique em diversos momentos. No mano a mano, o camisa 23 levou a melhor na maioria dos duelos e saiu apenas por sentir a alta intensidade da partida em uma noite quente no Maracanã.

Se alguém está aproveitando o Carioca para ganhar moral no Fluminense é Nenê. O jogador de 38 anos marcou um golaço de calcanhar no Fla-Flu no Maracanã. O lance de craque coroou o que já era uma boa atuação do meia. Antes, ele já ditava o ritmo da armação, seja cadenciando ou acelerando as jogadas, e já tinha carimbado o travessão em bela cobrança de falta. Em 2020, o camisa 77 já tem três gols em três jogos, e lidera a desfalcada equipe tricolor na competição.

Quem foi mal – João Lucas e Matheus Alessandro
O lateral João Lucas não teve boa atuação no Maracanã. Com o Flu forçando as jogadas pelo seu setor, o jovem teve dificuldades na marcação, principalmente com Miguel e Nenê. Foi pelo seu lado, inclusive, que saiu o gol tricolor, em virada de jogo que o camisa 2 não acompanhou a movimentação dos atacantes do Flu.

Matheus Alessandro estava esquecido após empréstimo e voltou a ter chances com Odair Hellmann por conta dos desfalques no setor. No Fla-Flu, o atacante recebeu mais uma chance, mas não soube aproveitar. Atuando na ponta esquerda, o camisa 28 foi bastante acionado, mas não conseguiu dar sequência à maioria delas.

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *