Com expulsões e VAR, Palmeiras e Bahia empatam

O Palmeiras poderia encostar na liderança após a 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas o Bahia não deixou. Num jogo que teve quase de tudo, o Verdão ficou duas vezes à frente, o Tricolor buscou duas vezes, e o placar final ficou no 2 a 2 – Dudu e Gilberto fizeram dois gols cada. Além dos artilheiros, o duelo teve outros protagonistas, como o árbitro Igor Junio Benevenutto, o VAR, Felipe Melo, Gregore… O jogo foi tão louco que teve 10 (sim, DEZ) minutos de acréscimo no segundo tempo. E o resultado acabou impedindo a arrancada dos dois times.

Na classificação, o Palmeiras vai aos 29 pontos e fica a três do Santos, que perdeu para o São Paulo no sábado. O Bahia sobe para 20, ainda buscando aproximação do G-6.

O árbitro de vídeo entrou em ação nos dois pênaltis marcados a favor do Bahia – para o comentarista do Grupo Globo, Sálvio Spínola, apenas um deles foi acertado: o primeiro, num claro toque de mão de Diogo Barbosa dentro da área. O segundo pênalti foi assinalado numa disputa entre Luan e Arthur Caíke. De acordo com Sálvio, “não havia bola em disputa, pois Arthur furou o chute. Por isso, não deveria haver pênalti”.


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *