Cessão de Carlos Carlos para o Senado deve ser revogada

0
Compartilhar

A polêmica em torno da cessão do servidor municipal Carlos Antonio Meseses Carlos pode ter seu fim nesta terça-feira (5). Segundo fonte da nova gestão da Prefeitura de Teresina, o decreto assinado pelo ex-prefeito Firmino Filho no último dia 28 de dezembro, portanto, a três dias do fim do seu mandato, deve ser revogado. Pelo decreto, o servidor que já exerceu cargo de confiança no gabinete de Firmino Filho, seria cedido para o Senado Federal com ônus para a repartição de origem, isto é, mesmo trabalhando no Senado Federal o salário de Carlos Carlos no valor bruto de R$ 34 mil seria pago pela Prefeitura de Teresina. Segundo a fonte, o decreto será revogado e o servidor municipal Carlos Carlos terá que dar expediente na secretaria de origem da Prefeitura de Teresina.

Postagens Relacionadas