Cantora Maria da Inglaterra morre em Teresina

2
Compartilhar

A cantora e compositora Maria da Inglaterra, de 81 anos, faleceu na noite desta quinta-feira (7) em Teresina. Ela estava internada no HUT – Hospital de Urgência de Teresina, por conta de problemas renais.

A morte da cantora foi confirmada pelo seu ex-empresário, José Dantas, que acrescentou que a saúde de Maria da Inglaterra se complicou porque ela estava com um rim parado e outro comprometido. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento da cantora.

A carreira de Maria da Inglaterra

Nascida em 21 de janeiro de 1939, Maria da Inglaterra afirma ter escrito mais de 2 mil canções através de epifanias, onde um espírito cantava em seu ouvido. Como era analfabeta, era papel do marido, Otacílio, traduzir as canções e colocar no papel. Após o lançamento do aclamado “O Peru Rodou”, em 2001, conquistou o público nacional, culminando com o segundo álbum, “Alegria de Viver”, lançado em 2006. Ambos estão esgotados no mercado e são peças de colecionador.

Maria da Inglaterra influencia vários artistas do Piauí com sua pegada extremamente popular, com versos simples e de amplo significado. Seu maior hit, “O Peru Rodou”, levou Maria para os principais palcos do Brasil.

A artista já deu nome a importantes palcos do Piauí afora, além de apresentações em todo o Brasil e programas de televisão nacionais. Conhecida pelo jeito simples e a poesia direta, sem rodeios, Maria da Inglaterra é uma das poucas artistas do Piauí a estarem no dicionário Cravo Albin da cultura brasileira.

Maria da Inglaterra era natural do povoado Canto dos Bois, município de Luzilândia. Deixa filhos, netos, bisnetos e uma carreira brilhante, onde prosa e melodia caminham, instintivamente, da virtuosidade única da cantora.

Fundação Cultural Monsenhor Chaves emite nota de pesar

É com um grande pesar que a Fundação Monsenhor Chaves e a Prefeitura de Teresina recebem a notícia do falecimento de Maria Luiza dos Santos Silva, a eterna Maria da Inglaterra.

Uma das mais notáveis representante da cultura local, com forte expressão folclórica marcando a identidade da nossa música, Maria da Inglaterra é dona de centenas de canções que tratam da simplicidade da nossa gente e entra para a história como a “mãe da música popular piauiense”.

E nesse momento de dor, a Fundação Monsenhor Chaves e a Prefeitura de Teresina se solidarizam com familiares, amigos, ratificando os votos de pesar e, principalmente, agradecimento pela dedicação e exemplo.

Da Redação

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *