Bottas vence GP da Rússia, de Fórmula 1

0
Compartilhar

Em uma corrida marcada por uma punição a Lewis Hamilton, o finlandês Valtteri Bottas venceu neste domingo (27) o GP da Rússia, em Sochi, e impediu o companheiro de Mercedes de igualar o recorde de vitórias de Michael Schumacher na Fórmula 1.

Hamilton terminou na terceira colocação, atrás também do holandês Max Verstappen (Red Bull), e tentará novamente chegar a 91 vitórias na carreira daqui duas semanas, na Alemanha.

Na corrida de hoje, Hamilton largou na pole, mas na oitava volta teve uma punição anunciada por ter treinado largada em lugar proibido antes da volta de alinhamento no grid. Ele precisou cumprir 10 segundos nos boxes por ter cometido a infração por duas vezes.

Hamilton cumpriu a punição na 17ª volta, quando liderava a corrida, e voltou na 11ª colocação. A reação, porém, não foi suficiente para colocá-lo na briga pela vitória. Bottas controlou o ritmo e venceu com folga, com Verstappen garantindo a segunda colocação sem sustos.

No Mundial de Pilotos, Hamilton continua na liderança, com 205 pontos. Bottas tem 161, sendo que ficou com o ponto extra pela volta mais rápida da corrida.

A corrida em Sochi marcou também a segunda vez que a Fórmula 1 recebeu público neste ano de pandemia do novo coronavírus. Na primeira vez, na Toscana (Itália), foram permitidas 3 mil pessoas. Em Sochi, houve autorização para 30 mil pessoas.

O próximo GP ocorrerá no dia 11 de outubro, em Nurburgring, na Alemanha.

Fonte: Folhapress
Foto: Yuri Kochetkov/Reuters

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *