Artigo – Ministério das Comunicações

9
Compartilhar

A guerra da informação é muito importante. O Ministério das Comunicações realmente precisava ser recriado. O noticiário está insuportável pro governo Federal. A TV Funerária ninguém aguenta mais. É realmente necessário o investimento não somente nas emissoras já existentes; mais pulverizar ainda mais o setor de comunicações no Brasil. Novas outorgas precisam ser concedidas? Quanto mais canais de TV e emissoras de rádio; melhor. Muita coisa boa acontecendo e nada disso é veiculado. A construção de um país realmente saudável começa pelo que é veiculado nos meios de comunicação social.

É inconcebível o fato de uma só organização “estabilizar ou desestabilizar” um país. Se pessoas positivas tornam a vida melhor; imagina meios de comunicação social veiculando informações que fazem fluir segurança. Conhecimento, cultura, músicas que fazem bem ao espírito, programas sobre livros e o aprendizado de novos idiomas precisa ser disseminado. Falamos anteriormente que nesta guerra quem vencerá é o Estado. A República Federativa do Brasil necessita de uma programação realmente qualitativa nos meios de comunicação social. É realmente gostoso acordar e ver notícias que fazem bem!

As emissoras Católicas estão fazendo um bem enorme a muita gente. Praticamente um terço das despesas do Vaticano são investimentos em meios de comunicação social. A interiorização das emissoras evangélicas e católicas é muito importante. E o que significa a recriação do Ministério das Comunicações? Que apenas as redes sociais não dão conta na guerra da informação. Os tradicionais Meios de Comunicação agem de forma organizada? É necessário mais conglomerados de comunicação. Faz muito tempo que não tem liberação de novas concessões de emissoras de Rádio e TV? Pra grupos diferentes faz; e a concessão de outorga é realmente lenta. Muitos empresários querendo entrar neste setor!

Brasil precisa voltar à leitura aprofundada. As redes sociais ao mesmo que facilitou a reverberação de pensamentos pode ter diminuído a leitura realmente aprofundada. Livro é visto como despesa. Assinatura de revistas e jornais é de um público muito restrito. A Netflix passou a ser abusativa? Poucas séries e filmes enfatizando a cultura judaico-cristã. A recriação de um Ministério dar peso a uma área específica? SIM. Pare. Pense. Reflita. Tente deixar o pensamento egocêntrico e se coloque no lugar do Presidente Jair Messias Bolsonaro. Qual o ser humano que se ver acuado e não procura reagir? Somente aqueles espíritos fracos e que se sentem com medo e acham melhor ceder. O que faz uma pessoa Poderosa e com todo um arcabouço estrutural protetivo? Não cede e REAGE à altura!

A guerra de comunicação é necessária. Todos os canais existentes podem se contrapor a um sistema que é maléfico ao país. Mais emissoras de rádio e TV são necessárias. E a expansão das emissoras de rádio e TVs existentes são necessárias! A recriação do Ministério das Comunicações é um aceno a todo aquele que deseja criar uma cultura do BEM e de boas notícias. A estratégia de comunicação do governo precisa fluir mais. Depois de 17 meses Jair Messias Bolsonaro percebe que a vida utópica é muito diferente da realidade concreta. O povo se diz poder, mas navega de acordo com o vento!

Josenildo Melo foi estudante de Direito e Filosofia. É Bacharel em Serviço Social e Jornalista

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *