Artigo – Cadê o Ary Sherlock?

0
Compartilhar

Será que TERESINA ainda recorda ARY SHERLOCK?  Popular artista de TEATRO, formador de opinião, referência histórica para estudantes universitários e comunidade artística. Bom gosto musical em programa noturno da RÁDIO PIONEIRA… Melhor viajar no tempo, embarcar na TERESINA de 250 mil habitantes, início da década dos anos 70. Modesta, mal iluminada, asfalto apenas no AEROPORTO. Edifício mais elevado, INSS, 8 andares. Projeto para uma TELEVISÃO dormitava nos planos; três emissoras de rádio AM, só. Sem universidade, sem esperança, ridicularizada nos meios de comunicação nacional. 

Inauguração da PONTE PRESIDENTE MÉDICI sobre o RIO PARNAÍBA, pelo governo militar do presidente GARRASTAZU MÉDICI. No palanque, o GOVERNADOR DO CEARÁ, VIRGÍLIO TÁVORA, cochichou ao ouvido do presidente, apontando para o engenheiro ALBERTO TAVARES E SILVA: ”Eis aí o homem certo para governar o PIAUÍ”. ALBERTO fora diretor da COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO CEARÁ, nos governos PARSIFAL BARROSO, VIRGÍLIO TÁVORA e PLÁCIDO CASTELO, além das variadas funções técnicas no GOVERNO FEDERAL. 

GOVERNADOR, sem eleições, o engenheiro ALBERTO SILVA, cheio de gás e projetos ambiciosos, para alavancar o PIAUÍ atrasado e fim de mundo. Sonhar carreira de MEDICINA e ENGENHARIA, os jovens tinham que realizar lá fora. 

ALBERTO SILVA começou a despertar a autoestima dos piauienses com a criação de um clube de FUTEBOL. O TIRADENTES arrasava nos torneios nacionais e enchia estádios com equipe de jogadores famosos. ALBERTO criou a  UNIVERSIDADE FEDERAL, o ALBERTÃO, ZOOBOTÂNICO, METRÔ, ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, ASFALTOU  a cidade e principais rodovias do ESTADO pelo EXÉRCITO, para sobrevier décadas. 

O GOVERNADOR sacolejou todas as estruturas do PIAUÍ, especialmente a capital. Profissionais de imprensa e policiais graduados do CEARÁ encontravam farta oportunidade de trabalho. O famoso artista, ARY SHERLOCH revolucionou a modernização do TEATRO 4 DE SETEMBRO que encantava plateias. Na RÁDIO PIONEIRA, seu programa noturno de excelente gosto musical atraía milhares de ouvintes. ARY SHERLOCK, chique e aclamado no HIGH SOCIETY, DRAMATURGO, ROTEIRISTA, NOVELISTA DE RÁDIO, exerceu a CRÔNICA SOCIAL no antigo jornal O ESTADO, representou o PIAUÍ no V FESTIVAL DE TEATRO DE ESTUDANTES (RIO DE JANEIRO), o AUTO DE LAMPIÃO NO ALÉM, de GOMES CAMPOS.  

Em outubro de 73, ARY SHERLOCH voltou para FORTALEZA e assumiu diversas funções artísticas, inclusive a direção de  novela e televisão. Vasto potencial artístico, hoje aos 90 anos, ARY SHERLOCK, filho de SOBRAL, continua lúcido e criativo. Seu SOBRINHO JAIRO SHERLOCK exerce importante tarefa na FUNDAÇÃO MUNICIPAL MONSENHOR CHAVES, na avaliação e seleção de obras e eventos culturais. Só lhe falta promover uma visita do mais importante artista de artes cênicas do CEARÁ, seu tio ARY SHERLOCK, a TERESINA. A modesta capital de 250 mil habitantes, agora, beirando um milhão, entre as mais belas do BRASIL, do jeito que ALBERTO SILVA alavancou, sob os auspícios de cearenses, como ARY SHERLOCK, encenaram, um dia. Hoje, abraçamo-nos festivos e irmanados.  

José Maria Vasconcelos
[email protected]

Postagens Relacionadas
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *