Aliados ignoram recomendação de Firmino e antecipam campanha

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), tem repetido que antecipar o processo eleitoral é um desserviço para a capital, que tem problemas mais urgentes para serem debatidos. As evasivas do tucano, no entanto, apenas reforçam o discurso dos adversários, de que o Palácio da Cidade ficou pequeno para abrigar tanta gente.

Prova disso, segundo os desafetos de Firmino, seria a enorme dificuldade do prefeito de fechar a chapa majoritária com que pretende continuar no comando da administração municipal por mais quatro anos em 2020.

Enquanto Firmino desconversa, os aliados falam demais. Uns mais comedidos, outros escancaram o pensamento ao ponto de revelar segredos sobre “tratativas” com outros partidos.

O senador Ciro Nogueira, amigo pessoal e aliado de Firmino Filho, avalia como legítimo qualquer partido reivindicar a candidatura a prefeito e a vice. O mais importante, porém, é ganhar a eleição, entende Ciro Nogueira.

“Não adianta tentar construir uma chapa só porque esse ou aquele partido quer indicar alguém. Temos que escolher o melhor candidato. Depois de escolher o prefeito, que se escolha o melhor vice. Para que possamos ter uma empatia com a população. Não apenas um conchavo político”, adverte.

O vereador tucano Edson Melo adianta que existe uma negociação com o empresário João Vicente Claudino, que já foi do PSDB nos idos de 1990, tem boa reputação e sempre foi um aliado da prefeitura, exceto na eleição de Elmano Ferrer, para que ele possa ser o candidato a prefeito.

“Ele [JVC] diz que não é [candidato], mas admite conversar. Nossa intenção é que o candidato possa ser do PSDB. Deve ser escolhido em Março. Estamos conversando com um parceiro. Da mesma forma com outros partidos como Progressistas, Solidariedade e partidos menores”, entrega Edson Melo,

Um “azarão” que corre por fora para conseguir uma vaga de última hora no “bonde” do Firmino é o deputado Evaldo Gomes. O presidente do Solidariedade esteve com o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles da Silveira (PSDB), tratando sobre política. Evaldo sonha com a indicação do vice, mas sabe que as chances desse sonho virar realidade são mínimas.

Fonte: Parlamentopiaui/Redação do Diário do Povo


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *